quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Rasteiras

Tem coisas que derrubam a gente, né?? Esse e-mail que tô postando aí em baixo foi enviado pelo meu queridíssimo primo Charles que embora more em meu coração, insiste em ficar no Mato Grosso. Coisas da vida!!
Pois é, esse e-mail me deu uma rasteira legal.
São pequenas grande provas de amor como essa que me mantém firme no propósito de viver.
Sempre disse que acho que não sou exemplo prá ninguém. Ao contrário, sou uma pessoa cheia de defeitos e relutei muito em fazer esse blog, por uma certa vontade de me esconder e não querer ser muito vista, pois quem não tem exemplos prá dar não precisa de vitrine.
Entretanto sou humana, e na nossa condição humana a vaidade ainda faz parte de nossos vícios, sobrepondo-se muitas vezes a mais alta baixa-estima.
Por conta dessa vaidade não pude me privar de compartilhar com vocês, meus menos de meia dúzia de fiéis leitores, esse texto e de lançar a campanha: Faz um blog Charles!!!

Oi Marilisa,
Primeiro pela ignorância e desconhecimento total da realidade, sensações (frustrações, culpas), solidão (toda as pessoas q passam por isto se isolam - trabalho em um Hospital, onde a empresa q atuo está inserida), da gravidade e da relevância que tudo ocorreu. Agora vem caindo a ficha (lembra dos orelhões de fichas) de tudo o q passou...
Marilisa falar é tão fácil, quase o tanto uma necessidade básica...
Penso que escrever é um grande desafio onde com certeza vc não irá agradar a todos, mas o q dizer a uma MULHER que superou um tal "carcinoma ductal infiltrante" tenho a lhe dizer se é uma necessidade siga em frente e se vc gosta - lhe dá prazer - aí então, ESCREVA e escreva a todo o momento, sem SE criticar, pesquise o q vc passou e nos relate, pois, com isto vc sacia esta necessidade do ser humano de ver os outros superarem as dificuldades e VENCEREM. Pra mim não existe mais um ROBIN HOOD, BAT MAN, HOMEM ARANHA ou ATÉ UMA MULHER MARAVILHA! Existem sim pessoas como VC que superou isto tudo e careço de entender o q ocorreu com vc quem sabe vc irá contribuir para as centenas ou milhares de pessoas q passam por tais sofrimento. Penso na utilidade pública de apresentar todo os teus sentimentos, as angústias e etc e por outro lado vc desabafa ou melhor deságua todas as tuas angústias.
Já li umas três e agora estou com ele aberto para saciar esta vontade de ver vc superar isto - De vazão a isto, se informe e nos informe, traduza tudo o q vc sentiu e viu.
Gostei, adorei e mais q coragem de escrever algo e expor...
Não teria tal audácia.
TE ADMIRO como quem vê o mar pela primeira vez...
Ajude-nos a compreender e insista contra a nossa ignorância
Beijos
Charles

2 comentários:

Carol (Tita) disse...

putaquepariu...
Ainda bem que eu tô relaxadinha, depois de passar a tarde trabalhando no meu projeto de pesquisa pra fazer o meu artigo científico...
... ainda bem que resolvi dar uma bebericada num copo de vinho também porque não é fácil segurar a emoção com uma mensagem dessas.

Vocês me deixaram feliz, 'como quem experimenta o mar pela primeira vez'...
...e também sem palavras!

Amo você, Anjo!

Larissa Bohnenberger disse...

Sim, Charles tem mesmo que fazer um blog! Lindo!