sexta-feira, 3 de abril de 2009

Vai com Deus

Hoje foi um dia triste.
Soube da morte de uma amiga virtual, de uma comunidade relacionada ao câncer no orkut.
Interessante que uma amizade virtual possa nos trazer sentimentos tão reais.
Ela era jovem, bonita e lotou com tanta força que contagiou a todos na comunidade.
Hoje todos os membros da comu estão enlutados.
Além do luto pela amiga os sentimentos se embaralham e buscam subsídios antigos lá dentro de nós, que aparentemente estavam sepultados.
Mas não estavam.
Estavam apenas embaixo do tapete, como uma sujeira mal varrida, pronta prá nos saltar aos olhos, como semáforos em amarelo piscante em dias de chuva.
Atenção.
Essa estrada tortuosa, chamada câncer, é traiçoeira.
Muitos me dizem: "Tu foi uma guerreira".
Não se iludam meu povo!
Na verdade fui tão covarde, tão assumidamente uma cagona, que fiz qualquer coisa prá me ver livre desse pesadelo. Não quis morrer.
Tive tanto medo...
Lilli foi muito mais corajosa.
Vai com Deus minha amiga. Agora estás curada.

Um comentário:

Quem é ela? disse...

Puta merda... não sei o que te dizer, a não ser puta merda...

Olha, Anjo, se eu não estivesse com aquele probleminha incomodativo, juro que pegava o busão e ia aí te ver, mas nos encontraremos na quinta, sem falta, e colocaremos as conversas em dia.

A Lilli tá numa boa, pode acreditar.