segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

E lá se vai um mês!


Um mês pode ser muito ou pouco tempo, depende da situação.
Um mês, quatro luas, 30 dias, horas, minutos, segundos...Eles passam e são impiedosos.
Assim se passou esse mês prá Bruna: Lento, arrastado, triste.
Embora ela esteja distante, esperando que suas feridas cicatrizem, consigo percebê-la na sua angústia.
Estou sempre contigo em pensamento, certo baixinha?

4 comentários:

Malu disse...

Olá!!!!
Que saudades de vocè por lá,nas minhas páginas...
Pode aguardar que a semana que vem tem selinho para todos porque o infinito fará 1 ano e vocês terão um desafio.
Beijinhos Marilisa.

Marilisa Peeters disse...

Malu,
Esse período de férias é complicado aqui em casa. As crianças se adonam dos computadores e eu, prá ficar em paz, abro mão da disputa.
Mas fico acompanhando, na medida do possível, as atualizações dos meus vizinhos.
bjkas

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Muita boa energia pra Bruna.
É o que desejo sinceramente.
E como o tempo voa, estou assustado. Logo estaremos falando de páscoa, festa junina, dia das crianças e natal.
Alguém pisa no freio do tempo!

Marilisa Peeters disse...

É Ale, o tempo é uma faca de dois gumes. Ao mesmo tempo que voa e nos envelhece vai curando as feridas.
bjs