quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

O Urubu e o Pavão



Tem um conto japonês milenar que é mais ou menos assim:



Em uma planície, viviam um Urubu e um Pavão.



Certo dia, o Pavão refletiu:

- Sou a ave mais bonita do mundo animal, tenho uma plumagem colorida e exuberante, porém nem voar eu posso, de modo a mostrar minha beleza. Feliz é o Urubu que é livre para voar para onde o vento o levar.



O Urubu, por sua vez, também refletia no alto de uma árvore:

- Que infeliz ave sou eu, a mais feia de todo o reino animal e ainda tenho que voar e ser visto por todos, quem me dera ser belo e vistoso tal qual o Pavão.



Foi quando ambas as aves tiveram uma brilhante idéia em comum e se juntaram para discorrer sobre ela: um cruzamento entre eles seria ótimo para ambos, gerando um descendente que voasse como o Urubu e tivesse a graciosidade de um Pavão.



Então cruzaram... e daí nasceu o Peru: QUE É FEIO PRA CACETE E NÃO VOA!



Moral da história:

Se a coisa tá ruim, não inventa!!!

Gambiarra só dá merda!!!

3 comentários:

Bloguinho da Zizi disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Marilisa
tô aqui me matando de rir.
Realmente... tem gente que inventa e daí a coisa embosteia de vez.
Muito bom pra fechar o dia.
Rindo muiiiiiiiiiiito.
Grata

Larissa Bohnenberger disse...

Ahahaahahahahahahahahaahah!

Adorei! Por essa eles não esperavam! rsrsrsrsrs!

Bjs!

zane disse...

Gambiarra!!! meu filho q é advogado usa muito essa palavra nas suas defesas!!! no início eu achava engraçado,mas agora vejo que gambiarra sempre dá algum dinheirinho!!!kkkkk