sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Para o mundo que eu quero descer


Não tenho postado tanto quanto gostaria aqui no blog, mas convenhamos, se engana muito quem pensa que com a chegada dos anos as coias se acalmam.
Aqui em casa a coisa tá cada vez mais corrida. Quando penso que vou conseguir descansar ai é que o bicho pega. E um tal de levar filho na escola, ajudar nos temas de casa, ensinar matemática (??)prá filha que herdou a péssima genética da mãe com os números, fazer supermercado, trabalhos pendentes, incêndios de última hora, exames de controle que quase enlouquecem a gente...Socorro! Fazer a unha e exercício físico já chega a ser classificado como luxo. Retocar as mechas do cabelo? Tá de brincadeira, né?
Assim que conseguir acrescentar mais algumas horas aos meus dias ou quando meu clone chegar - o que vier primeiro - volto a postar aqui com mais frequência. Juro de dedinho, tá?

7 comentários:

Bloguinho da Zizi disse...

Promessa é dívida hein, Sra Marilisa.
Mas a gente aguarda.
Beijinhos

Karina - Frei-Sein disse...

É amiga o tempo vem passando voando!!
Acredito seriamente na teoria que o dia perdeu horas significativas em suas 24hrs...
Força aí na correria amiga!!
Beijos...

Mar disse...

Ah Marilisa! Quisera eu dar dias de 30 horas para você que agradariam muito a mim também. Mas se isso fosse possível, 30 hs seriam poucas... aos poucos. Estou no mesmo tempo que você e palavra que tem noites que esqueço que já é hora de dormir.. de novo! De repente, dormir se tornou um dever para repor energias para enfrentar o dia seguinte. Daí.. a importância do sono é fundamental para que tenhas uma ótima semana. Forças para você guerreira e aproveite a vida. Grande abraço.

Larissa Bohnenberger disse...

Não vou nem te dar puxão de orelha por que fiquei 2 meses sem escrever também. No meu caso foi mais preguiça que qualquer outra coisa. Mas hoje dei um basta, mandei esta chata à merda, e atualizei o pobrezinho. O trabalhoso foi tirar as teias de aranha... Rsrsrsrssrs!

Bjs!

Malu disse...

Amiga, faz parte do dia-a-dia.
A gente faz quando dá e se sente com disposição para fazer.
Não faço nada de obrigação... rsrsrsrs
abraços

Simone disse...

Essa semana pensei justamente nisso: preciso mais algumas horas no meu dia!!! Mas doce ilusão, não é?! Entra ano e sai ano e a correria louca continua... Pelo menos hj atualizei a leitura do teu blog (no horário da pedalada - rsrsrsrsr).

Fabília disse...

Você é ótima!!!!